segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Pesquisadores internacionais em São Paulo/Brasil

Da esquerda para a direita, prof. Denis B. Oliveira de Guarulhos/SP, seguido por Juan Saturain da Argentina, Waldomiro Wergueiro de São Paulo/USP e Hector Fernandez L'Hoeste da Georgia State University/EUA.


Produtores de conhecimento

Amigos pesquisadores reunidos na noite de autógrafos durante as Jornadas Internaconais de HQ.



Livros sobre quadrinhos

Pesquisadores autografando seus livros, nas 1ªs. Jornadas Internacionaias de Histórias em Quadrinhos na ECA/USP.





Leitores de quadrinhos e pesquisadores


Meninas e meninos pesquisadores nas Jornadas Internacionais de HQ



Palestra sobre HQ









Perquisadores reunidos no blog da caricatura



Nos intervalos, encontro com os colegas pesquisadores de HQ

A pesquisadora Geisa  Fernandes, eu (Denis) e o Prof. Waldomiro Wergueiro, o responsável pelo Congresso Internacional de Histórias em Quadrinhos, realizado em São Paulo - USP.
 Os amigos Elydio dos Santos Neto (pós-doctor em educação - Universidade da Paraiba, de frente ao centro Dr. Gazy Andraus e em segundo plano, a face do Dr. Edgar Franco da Universidade de Goiás, num colóqui científico.
O pesquisador Edgar Franco numa pausa para um foto.
 Momentos de atenção durante a palestra.

Um plano médio com a simpática pesquisadora Dr. Geisa Fernandes e com o professor Waldomiro Wergueiro, coordenador do Observatório de Histórias em Quadrinhos da USP e idealizador das 1ªs. Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos na USP.

Os maiores pesquisadores sobre HQ do mundo, reunidos em São Paulo/USP

O prof. Denis B. Oliveira ao lado de Álvaro de Moya - Realizador da primeira exposição de Histórias em quadrinhos no mundo.


Este simpático senhor de barba branca, não é o papai noel, é o autor do primeiro livro sobre HQ do brasil, seu nome: Moacy Cirne, ao lado, Álvaro de Moya e na extrema direita, Sônia Bibe Luyten a maior autoridade sobre quadrinhos japoneses (mangá) e pesquisadora de HQ nos diversos países do globo.



O argentino Juan Sasturain à esquerda e o dono da editora Zarabatana Books.


Sônia Bibe Luyten, Denis B. Oliveira, Antonio Luiz Cagnin da ECA - USP e Nobuyoshi Chinen (ECA-USP / Faculdades Oswaldo Cruz)

Denis B. Oliveira no debate acadêmico sobre HQ


Foi a primeira vez que um evento acadêmico deste porte aconteceu no Brasil. De terça a sexta (23 a 26), a Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP) abrigou as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos, ciclo de mesas redondas para debater a influência da nona arte em diferentes segmentos da sociedade e da cultura.
A abertura aconteceu às 19h30 de terça-feira com um encontro histórico dos pioneiros da pesquisa sobre HQs no País: José Marques de Melo, Moacy Cirne, Álvaro de Moya, Sônia Bibe Luyten, Waldomiro Vergueiro e Antônio Luiz Cagnin.
A partir da quarta, seguiu-se uma série de mesas temáticas com especialistas do Brasil e do exterior para analisar a relação dos quadrinhos com História, Arte, Cultura, Literatura, Educação, Linguagem, Sociedade, Identidade, Gêneros, Humor, Novas Tecnologias, Mercado, Cidadania, Jornalismo.
Durante as Jornadas, houve também o lançamento de nove livros teóricos sobre quadrinhos, ampliando a já grande quantidade de obras do gênero que vem sendo publicadas no Brasil.
Os lançamentos seguidos de sessões de autógrafos aconteceram nas noites de quarta e quinta-feira (24 e 25) e, estes sim, abertos ao público, que podiam adquirir os livros com 20% de desconto.
Fonte -
Acessado em: 21 de agosto de 2011, 09h55

Caricaturista faz artigo sobre o poder de atração das HQ para Congresso


Lista de autores aprovados para a I Jornada Internacional de Histórias em Quadrinhos
por Lucas postado em mai 7, 2011 • 21:00